english | espanõl

publicações

+ Quimera

Por Paulo Sergio Duarte

[Texto para o catálogo da mostra "Trilhas do Desejo", Programa Rumos Artes Visuais, março de 2009]

Tudo é tomado pela cor numa eloquente demonstração do território expandido da pintura. Esta, ao contrário do que anunciavam seus obituários ao longo de todo o século passado, se renova e se transforma. Aqui somos envolvidos por uma imaginação pictórica que se distancia das práticas tradicionais. Espaço e pintura se encontram numa rara simbiose. Uma estrutura delicada percorre todos os caminhos sugeridos ao olhar; não é um esqueleto, é uma espécie de sutil cartilagem cromática que nos captura. E essa cor, outrora quase kitsch, se torna sedutora. É diferente de uma instalação, por isso é melhor recorrer ao termo ambiente para designar essa Quimera que nada tem de assustador ou irreal. Quando somos acolhidos por esse local redefinido, podemos, por um instante, esquecer todo o resto e, ainda que de modo provisório, aceitar que a artista nos proporcione todo um mundo de sensações no qual o olho e o corpo não podem se separar nunca. E nesse momento este ambiente é o mundo todo.

"Quimera Rumos", 2009. Recorte curatorial, Brasília, DF.

+ textos sobre exposições

Pintura Como Expansão. Felipe Scovino, 2010.
Sobre mostra na Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro.

Quimera. Paulo Sérgio Duarte, 2009.
Sobre obra apresentada no Programa Rumos Artes Visuais - Trilhas do Desejo.

Ecologias do olhar. Juliana Monachesi, 2008.
Sobre mostra na Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto.

Entre o silêncio e a dissonância. Fernanda Albuquerque, 2007.
Sobre mostra na Temporada de Projetos 2007-2008, Paço das Artes, São Paulo.

Quimera. Guy Amado, 2007.
Sobre mostra na Galeria Virgílio, São Paulo.

Antimatéria. José Bento Ferreira, 2007.
Sobre mostra no Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo.

+ outras publicações

Macumbinha. Alice Shintani, 2012.

Manãna. Alice Shintani, 2011.

Morangos. Alice Shintani, 2009.

Entrevista. Jornal NippoBrasil, 2009.
Impressões gerais sobre o tal "artista emergente" e o circuito de arte.


facebook | instagram | vimeo | contato Licença Creative Commons